quarta-feira, 9 de setembro de 2009

The Strokes

Fazia mais de um mês que eu tava querendo fazer um posto sobre o Strokes, mas minhas falta de tempo não permitia que eu o fizesse. E admito que tinha um pouco de medo de falar bobagem, jáque não sou o mais conhecedor do som dos caras. Pensei na solução mais óbvia: VOU CHAMAR A PESSOA MAIS FÃ DE STROKES QUE EU CONHEÇO. Tendo ouvido quase 20mil vezes Strokes no seu Last.fm e desbancando o segundo lugar, Muse, com apenas 2mil plays, eu sabia que ele era o cara certo pra fazer esta matéria. Mas quem é ele? Conheci através do Muse (no orkut), Fabrizio (aka Fab ou Kurt) é o maior fã de Strokes que conheço. Participante ativo em muitos sites/blogs/twitters (1, 2, 3, 4, 5 e 6) Kurt é um cara familizarizado com a internet e abaixo, em azul, segue sua matéria sobre sua banda preferida. Ps.: PointIndie é o nosso mais novo parceiro.

The Strokes

Olá, me chamo Fabrizio Rodrigues, escrevo para alguns sites como o Musebr e o Pointindie.O Gui me convidou para escrever um artigo sobre os Strokes, e aqui estou, como convidado especial do blog.



Bom, como muitos devem saber, os Strokes estão em hiatos a um bom tempo, o último show da banda foi em 2006, e desde emtão cada um dos membros se empenhou em algum projeto, com execeção do Nick Valensi, que ficou cuidando de seu primeiro filho.


O Albert, guitarrista da banda, lançou 2 discos solo, que aliás, são muito bons, pessoalmente prefiro muito mais o primeiro, Yours to Keep.


Outro integrante que lançou um disco de sua carreira paralela foi o Nikolai, baixista da banda.Lançou um disco com sua banda, chamada Nickel eye, esse não foi muito bem visto pela crítica, e pelos fás.


O projeto solo que mais fez sucesso foi mesmo o do baterista, e também brasileiro, Fabrizio Moretti, junto com o Rodrigo Amarante dos Los Hermanos, criaram o Little Joy.A banda tem um som com um toque de MPB, bem calminho, algo que fez muito sucesso lá fora, e aqui também.


Recentemente logo depois de ser anunciado que a banda esta em estúdio gravando o seu 4º disco, Julian, o vocalista, divulgou estar trabalhando em seu disco solo, que sairá em outubro.Poucos dias atrás eles estreou seu show solo, que pegou todo mundo de surpresa.Suas novas músicas estão bem diferentes dos Strokes, e diria até que tem um ar de rock experimental.Gostaria de lhes mostrar um trecho de uma música, mas o Youtube tirou do ar, mas fica aqui a capa do disco pelo menos.


Capa do disco do Julian, Phrazes for the Young



Em entrevista para a NME no mês passado, o Julian comentou um pouco mais do novo disco dos Strokes.Comentou ser o melhor disco da banda, coisa que todo artista fala de seu novo disco, mas, mencionou ser mais parecido com o Is This It, o primeiro disco da carreira deles.Esperamos que o disco seja lançado no começo do ano que vem, e enfim a tão esperada turnê de retorno da banda.


Ao final desta matéria quero agradecer denovo ao Kurt pela matéria e quem sabe mais parcerias venham a acontecer!


2 comentários:

Fab disse...

ae ae, hahaaha, querendo que eu escreva mais, só falar =P hahaha

Butter =) disse...

baita post, baita banda.. espero que não acabe, como alguns especulam..